Um ano após a Lei Anticorrupção, pesquisa da ICTS aponta que 61% das empresas ainda não mapearam seus riscos de corrupção.

PUBLICAÇÕES

Nível de Maturidade de Compliance

13 de Feb 2015

 

No último dia 29 de janeiro, a Lei 12.846/2013, mais conhecida como Lei Anticorrupção, completa seu primeiro aniversário. Criada para responsabilizar empresas pela prática de atos contra a administração pública, a lei ganhou relevância após a repercussão da Operação Lava-Jato, com a investigação de denúncias envolvendo construtoras, ex-dirigentes da Petrobras e políticos.

E para entender qual foi o impacto da Lei Anticorrupção nas empresas brasileiras, a ICTS  lançou a pesquisa Avaliação do Nível de Maturidade de Compliance, com 231 empresas que mantem operações no Brasil.

Do total de empresas pesquisadas, 61% afirmaram não ter mapeado os riscos de exposição a lei anticorrupção, enquanto apenas 12% afirma possuir um Programa de Compliance efetivo que abrange os 11 itens pesquisados. “Partindo desta estatística, observamos que há um universo muito grande de empresas que ainda precisam implantar um Programa de Compliance para a proteção de seus negócios e mitigação de riscos.Nesse sentido, temos recebido nos últimos meses maior demanda de consultas, especialmente das empresas que atuam no setor de óleo e gás”, afirma Fabio Haddad, gerente executivo da ICTS.

Para acessar a pesquisa na íntegra clique aqui.

Você sabe qual a melhor maneira de fazer a gestão de vulnerabilidades em sua organização?

Conhece os impactos dos riscos de fraude e ciberataques?

Entre em contato com nossos especialistas